MANTEIGAS, CORAÇÃO DA SERRA DA ESTRELA
em memória de meus pais que me fizeram nascer numa terra tão bonita

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

O DESCANSO DO VALE!

Nasci numa Terra onde o Sol nunca se põe.
Simplesmente, sem os contrastes de cores intensas com que, em outros lugares, pinta o horizonte, o Sol esconde-se por detrás das altas montanhas que, à volta de Manteigas, formam a coroa que faz dela a verdadeira e única Raínha da Serra.
E, conforme os altos e baixos que, nos montes, o tempo recortou, o Sol vai espreitando por aqui e por ali, fazendo extensa a fronteira que separa o sol da sombra e torna longa e de tonalidades únicas a passagem entre o claro do dia e a penumbra que antecede a noite.
Depois, aos poucos, a escuridão vai tomando o lugar das sombras prateadas pelos raios de Sol reflectidos nas encostas ainda iluminadas, até ser hora do descanso tranquilo que, escondendo-se, o Sol não deseja perturbar.
E quando, depois de um sossego bem merecido, o Sol volta a despontar por detrás de outra montanha, clareia-se a escuridão que confortou o descanso dos seres que habitam aquele vale.
E voltam os raios dourados que acentuam as formas maravilhosas de um recanto belo que jamais nos cansamos de olhar e reanima-se a vida que, por uns instantes, repousou!


Sem comentários:

Enviar um comentário